Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro desiste de dar aumento a policiais do DF via MP

Equipe BR Político

Por receio de ser responsabilizado pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), o presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira, 27, que desistiu de conceder aumento salarial aos policiais do Distrito Federal por meio de medida provisória. “Pretendia fazer a MP, mas poderia ser responsabilizado pela LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal)”, disse. “Podíamos resolver grande parte do problema, mas teria de dar (um reajuste) de 1,5% e disseram que seria um acinte, mas ajudaria a gente destravar para o ano que vem. Resolvemos não dar o 1,5% e fazemos PLN no começo do Congresso em fevereiro”, afirmou.

O custo de reajustes salariais de 8% a 25% a policiais civis e militares custaria, anualmente, R$ 505 milhões aos cofres públicos federais, já que a segurança de Brasília é bancada pelo Planalto. Esse gasto não está previsto no Orçamento de 2020. Segundo o Broadcast Político, a equipe econômica não foi ouvida durante a preparação do texto da MP que concederia o ajuste. A medida já havia sido anunciada pelo governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB).

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

LRFJair Bolsonaropoliciais