Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro determina que MEC proíba ‘ideologia de gênero’

Equipe BR Político

Foi a vez do MEC entrar na mira do presidente Jair Bolsonaro. Nesta terça-feira, 03, o chefe do Executivo escreveu no Twitter que determinou ao Ministério da Educação que prepare um projeto lei proibindo o que ele chama de “ideologia de gênero” no ensino fundamental. Para justificar a medida, o presidente afirmou que a Advocacia-Geral da União (AGU) decidiu que cabe ao governo federal legislar sobre questões de gênero. André Mendonça, atual advogado-geral da União, retuitou o comentário de Bolsonaro.

A declaração segue o estilo “quem manda sou eu” de algumas promessas e medidas recentes do presidente, como a troca do superintendente da PF no Rio de Janeiro, e a ameaça de demitir um secretário do ministério da Economia.

O presidente da República, Jair Bolsonaro

Foto: Adriano Machado/Reuters

No Facebook, o presidente explicou que a AGU não se manifesta de maneira favorável nem contrária à “ideologia de gênero”, somente decide a quem compete legislar sobre o assunto. O presidente diz, então, que determinou que o MEC crie o PL “tendo em vista o princípio da proteção integral da criança e do adolescente, previsto na Constituição Federal”.

– Na questão "IDEOLOGIA DE GÊNERO" o AGU não se manifesta contrário ou favorável à mesma, mas sim sobre a quem compete…

Publicado por Jair Messias Bolsonaro em Terça-feira, 3 de setembro de 2019