Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro diz não ter declarado empréstimos

Vera Magalhães

Jair Bolsonaro disse neste sábado que não declarou ao Imposto de Renda empréstimos de até R$ 40 mil que disse ter feito a Fabrício Queiroz, ex-assessor do filho citado em relatório do Coaf por ter movimentado R$ 1,2 milhão em um ano e que transferiu R$ 24 mil à conta da futura primeira-dama, Michelle Bolsonaro. Ele afirmou que os empréstimos “foram se avolumando” e que não pensou em declará-los.

“Se errei, arco com minhas responsabilidades com o Fisco”, afirmou. Ele disse que “ninguém recebe dinheiro sujo com cheque nominal” e disse que os depósitos foram na conta de Michelle, mas “pode considerar” que foram na dele. Atribuiu o vazamento das informações sobre o ex-assessor a advogados dos presos pela Operação Furna da Onça, como forma de “desviar a atenção”, afirmou que o filho está abalado com o episódio e reiterou que ele não é investigado.