Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro diz que atos contra o governo são ‘o grande problema do momento’

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Apesar de o País estar em meio à pandemia do novo coronavírus, na avaliação do presidente Jair Bolsonaro, as manifestações contrárias ao governo são “o grande problema do momento”. O comentário foi feito pelo chefe do Executivo a apoiadores nesta segunda-feira, 8, no Palácio da Alvorada.

O presidente Jair Bolsonaro em frente ao Palácio da Alvorada

O presidente Jair Bolsonaro em frente ao Palácio da Alvorada Foto: Joédson Alves/EFE

“Estão começando a colocar as mangas de fora”, disse o presidente. Bolsonaro afirmou que “a gente vai arrumando as coisas devagar”, a começar pela primeira indicação que fará ao Supremo Tribunal Federal (STF), em novembro.

“Como eu peguei esse País? Vocês têm razão no que pleiteiam e no que falam. Eu peguei um câncer em tudo o que é lugar. Um médico não pode de uma hora para outra resolver esse problema todo. O grande problema do momento é isso que vocês estão vendo aí, um pouco na rua ontem, (eles) estão começando a colocar as mangas de fora”, disse.

Bolsonaro afirmou que existe “muito interesse” no País e, por isso, na visão do presidente, há uma “doutrinação em cima do Brasil, uma massificação, cada vez mais formando militantes”. “Eu vou indicar o primeiro ministro do STF agora em novembro. O primeiro. A gente vai arrumando as coisas devagar aqui”, disse. A indicação a ser feita por Bolsonaro neste ano será para a vaga do decano da Corte, Celso de Mello, que vai se aposentar.

 

Tudo o que sabemos sobre:

Jair BolsonaroSTFmanifestações