Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro diz que convocação no WhatsApp é ‘mensagens de cunho pessoal’

Equipe BR Político

O presidente Jair Bolsonaro usou as redes sociais na manhã desta quarta-feira, 26, para admitir o  compartilhamento de vídeos no WhatsApp convocando para ato em defesa do governo e contra o Congresso e o STF, como revelou o BRP.  O presidente também tentou se eximir da responsabilidade sobre o compartilhamento ao dizer que no WhatsApp troca “mensagens de cunho pessoal”.

Foto: Reprodução/Facebook

“Tenho 35 milhões de seguidores em minhas mídias sociais (Facebook, Instagram, YouTube e Twitter) onde mantenho uma intensa agenda de notícias não divulgadas por parte da imprensa tradicional. Já no WhatsApp tenho algumas poucas dezenas de amigos onde, de forma reservada, trocamos mensagens de cunho pessoal. Qualquer ilação fora desse contexto são tentativas rasteiras de tumultuar a República”, escreveu o presidente.

Tudo o que sabemos sobre:

Jair Bolsonarowhatsapp