Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

Bolsonaro diz que Doria está ‘levando terror à opinião pública’

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Em mais um capítulo da briga entre o presidente Jair Bolsonaro e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), sobre a obrigatoriedade da vacinação contra o coronavírus Bolsonaro voltou a atacar o tucano e o acusou de estar “levando terror perante à opinião pública”. Doria afirmou que tornará a imunização em São Paulo obrigatória se e quando a coronavac, desenvolvida pela empresa chinesa Sinovac com o Instituto Butantan, for aprovada.

O presidente Jair Bolsonaro em evento nesta segunda

O presidente Jair Bolsonaro em evento nesta segunda Foto: Reprodução/TV Brasil

“Muita gente contraiu, nem sabe que contraiu e já está imunizado. Vai obrigar essa pessoa a tomar essa vacina? Que inclusive, por parte dessa fonte custa mais de US$ 10. Do nosso lado custa menos de US$ 4. Não quero acusar ninguém de nada aqui. Mas essa pessoa está se arvorando e levando terror perante à opinião pública, onde hoje em dia metade da população diz que não quer tomar essa vacina. Esse é um direito das pessoas. Ninguém pode, em hipótese alguma, obrigá-las a tomar essa vacina. Então o governo federal, repito, não obrigará ninguém a tomar essa vacina”, afirmou Bolsonaro em evento do governo para anunciar o estudo do uso de um vermífugo no tratamento da covid-19.

No início da tarde, Doria havia afirmado que tinha uma reunião marcada com o minsitro da Saúde, Eduardo Pazuello, para negociar a distribuição da coronavac pelo governo federal, nesta quarta-feira, 21.

Tudo o que sabemos sobre:

João DoriaJair Bolsonarovacina