Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro e Mandetta ‘acertam os ponteiros’

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O ministro Luiz Henrique Mandetta afirmou ao apresentador Datena que a reunião com o presidente Jair Bolsonaro nesta manhã de quarta, 8, foi muito positiva, que os dois acertaram os ponteiros e remam na mesma direção. Segundo o titular da Saúde, o presidente saiu convencido de que é melhor não publicar um decreto para obrigar a reabertura total do comércio neste cenário de pandemia. Também adiantou ao jornalista que os chineses vão despachar 40 milhões dos 200 milhões de respiradores solicitados pelo Brasil e que, nesta tarde, tem reunião no Ministério da Defesa para organizar a logística dos aviões das Forças Armadas que buscarão máscaras no país asiático. O ministro reforçou que os piores momentos da pandemia no Brasil serão maio e junho. Só lá para setembro é que a situação deverá estar normalizada. Mandetta não irá participar da coletiva desta tarde porque estará em contato com os chineses, diz o apresentador.

Presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta

Presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta Foto: Dida Sampaio/Estadão

O Estadão informou que a reunião durou duas horas, que Mandetta saiu sem falar com a imprensa e que o deputado Osmar Terra chegou 40 minutos depois da saída do ministro. Como você tem acompanhado aqui no BRP, Bolsonaro e o ministro não se entendem por dois principais motivos: o uso da cloroquina e o isolamento social.