Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro e o húngaro

Equipe BR Político

“Embora a retórica ideológica tenha ocupado boa parte do tempo de Jair Bolsonaro no período de transição, suas prioridades precisarão mudar a partir de 1º de janeiro. O presidente eleito receberá a faixa com a popularidade em alta, mas seu sucesso dependerá de mudanças nos ponteiros da economia”, escreveu Bruno Boghossian na Folha.

Bolsonaro já manifestou seu desejo de alinhamento com o primeiro-ministro da Hungria Viktor Orbán. Principalmente em relação a assuntos em que o húngaro surfou durante a onda conservadora. Contudo, atualmente Orbán enfrenta outra onda, a dos protestos. E, segundo o colunista, seria bom que o presidente eleito acompanhasse o noticiário de Budapeste.

Tudo o que sabemos sobre:

Viktor OrbánJair BolsonaroHungria