Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro entra na campanha para pressionar senadores

Equipe BR Político

Um dia após senadores da República terem relatado ameaças devido ao seu posicionamento sobre o decreto de armas de fogo, o presidente Jair Bolsonaro entrou na campanha para que sua militância pressione os parlamentares antes da votação da próxima semana no Senado, que pode derrubar a flexibilização de regras para o porte. “Caso aprovado, perdem os CACs e os bons cidadãos, que dificilmente terão direito de comprar legalmente suas armas. Cobrem os senadores do seu Estado”, escreveu o presidente em seu Twitter.

Tudo o que sabemos sobre:

Jair Bolsonarodecreto de armas