Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro espalha ‘fake’ entre países amazônicos sobre queimadas

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça, 11, que não há “nenhum foco de incêndio, nem um quarto de hectare desmatado” na Amazônia durante a 2ª Cúpula Presidencial do Pacto de Letícia pela Amazônia, por videoconferência. Assim como seu vice, general Hamilton Mourão, ele repetiu que, em julho, o Brasil apresentou redução de 28% no desmatamento em relação a 2019, mas não mencionou que os alertas de desmatamento no bioma tiveram um aumento de 34,5%, na comparação com os 12 meses anteriores com base em dados do sistema Deter, do Inpe. Segundo Bolsonaro, a floresta amazônica permanece “intacta”, o que provaria que os países amazônicos são “perfeitamente capazes de cuidar desse patrimônio”. Até Mourão admitiu depois que houve aumento de desmatamento na floresta durante o primeiro ano da gestão Bolsonaro.

O chefe do Planalto afirmou ter convidado embaixadores e representantes de outros países que defendem a proteção da Amazônia a sobrevoarem região entre Manaus e Boa Vista para constatar a afirmação.

Veja as frases do presidente aos países vizinhos:

“É uma mentira essa história de que a Amazônia arde em fogo”

“Nosso empenho é grande, é enorme no combate aos focos de incêndio e ao desmatamento. Podem ver, em julho deste ano, levando-se em conta julho do ano passado, nós registramos uma diminuição de 28% de desmatamento ou queimadas na região. Mas, mesmo assim, ainda seguimos sendo criticados. Afinal, o Brasil é uma potência no agronegócio”

“Eles (representantes de outros países) não acharão nenhum foco de incêndio, nem um quarto de hectare desmatado. Que essa floresta é preservada por si só. Até mesmo pela sua pujança, bem como por ser floresta úmida, como em grande parte dos senhores, não pega fogo”.

 

Tudo o que sabemos sobre:

Jair Bolsonaro