Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

Bolsonaro faz ‘campanha’ para Crivella: ‘Se não quiser votar nele, tudo bem’

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

A prometida live em que o presidente Jair Bolsonaro daria apoio para candidatos nas eleições municipais, em especial para o candidato à reeleição no Rio, Marcelo Crivella (Republicanos), não foi tão empolgante quanto o prometido. Logo de início, na noite de quinta-feira, 29, Bolsonaro prometeu míseros três minutos, manifestou apoio para alguns candidatos a vereador (incluindo seu filho, Carlos Bolsonaro), e deixou o atual prefeito do Rio para o final. Uma candidatura “polêmica”, segundo Bolsonaro. “Se não quiser votar no Crivella, tudo bem também. Respeito o seu candidato”, disse o presidente da República. Ele ainda classificou Eduardo Paes (DEM) como um “bom gestor”, o que não deve ter agrado muito ao prefeito do Rio.

Presidente Jair Bolsonaro em live pelas redes sociais. Foto: Reprodução/Facebook

O presidente esteve muito mais empolgado em seus ataques ao PCdoB. Bolsonaro voltou a criticar o governador do Maranhão, Flávio Dino, e encasquetou também com Manuela D’Ávila, candidata à prefeitura de Porto Alegre, que aparece na liderança das pesquisas.

“Estive num Estado agora administrado pelo Partido Comunista do Brasil (Maranhão). Com todo o respeito, é o segundo pior Estado em todos os índices. A administração do PCdoB ajuda a deteriorar esses números”, afirmou. “Olho para Porto Alegre, uma candidata do PCdoB está lá na frente. Pensa nas consequências. Veja os problemas que esse partido cria para a família tradicional brasileira.”