Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro fora da sucessão no Congresso

Vera Magalhães

Entra governo, sai governo e o discurso de que o Executivo estará fora da disputa pela presidência da Câmara e do Senado se renova como um clichê. Desta vez, no entanto, o presidente estará pessoalmente de fato menos presente nas articulações. Jair Bolsonaro dedicou o primeiro mês de governo a outros temas, e não se envolveu na costura por nomes próximos a seu governo nas duas Casas. Ficará ainda mais distante agora, com a convalescença hospitalar coincidindo com a escolha.

Onyx Lorenzoni, o encarregado do governo de fazer essa costura, também não entrou com toda a força na articulação –haja visto a dissidência do PSL rumo à candidatura de Marcel Van Hattem, do Novo, na Câmara, e a dificuldade de fechar uma linha de ação no Senado. Se isso, por um lado, evita que o governo seja derrotado caso seu candidato não prospere, por outro o deixa à mercê da possibilidade de ter de lidar com um resultado adverso, que comprometa sua capacidade de agenda legislativa, sobretudo num momento importante como a votação da reforma da Previdência. / Vera Magalhães