Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro insinua que ‘ongueiros’ podem ser responsáveis por incêndios

Cassia Miranda

Mais de uma vez o presidente Jair Bolsonaro insinuou na manhã desta quarta-feira, 21, que ONGs poderiam ser responsáveis pelos incêndios que estão acontecendo na Região Amazônica. O presidente afirmou que o Brasil enfrenta uma “guerra da informação” criada a partir do momento que repasses de verbas a instituições de proteção ao meio ambiente foram suspensas pelo governo. “De modo que esse pessoal tá sentindo a falta do dinheiro. Então pode estar havendo, sim, pode, não estou afirmando, ação criminosa desses ‘ongueiros’ para diretamente chamar atenção contra a minha pessoa, contra o governo do Brasil. Essa é a guerra que nós enfrentamos”, disse em frente ao Palácio da Alvorada em sua paradinha matinal.

Ele ainda emendou: “Não tô afirmando, nós temos que combater o crime, depois nós vamos ver quem é o possível responsável pelo crime. Mas, no meu entender, há interesse dessas ONGs que representam interesses de fora do Brasil”. O presidente disse que o governo “não está insensível” às queimadas e que equipes do Ibama e ICMBio estão “agindo” para conter as queimadas. “Estamos desde ontem conversando com o ministro da Defesa e do Meio Ambiente para ver como a gente pode ajudar. A Justiça também. A Justiça pode mandar 40 homens da Força Nacional para lá, é uma gota d’água no oceano. As Forças Armadas nós podemos usar a partir de amanhã”, afirmou o presidente. Bolsonaro tentou se mostrar sensibilizado com a situação e afirmou que vai fazer “o possível e o impossível para conter esse incêndio criminoso”, pois a “cada árvore queimada eu sinto aqui em mim”, afirmou.

Publicado por Jair Messias Bolsonaro em Quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Assine o BR Político para ter acesso a produtos e informações exclusivos. Clique neste link para se tornar um assinante.