Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro joga contra a reforma

Vera Magalhães

Na minha coluna deste domingo no Estadão, mostro como o corporativismo com que Jair Bolsonaro conduziu a parte dos militares na reforma da Previdência e a sua recusa a praticar a articulação política jogam contra a aprovação da reforma da Previdência. Poucos presidentes na história recente do Brasil tiveram a oportunidade de, com uma única ação, definir o sucesso de seu governo e ter quatro anos de relativa tranquilidade econômica e política. Mas Jair Bolsonaro não enxerga a reforma da Previdência como prioridade. E aí reside um risco enorme não só à aprovação da medida, mas ao êxito de seu quadriênio presidencial. / Vera Magalhães