Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro libera importação de armas para CACs

Equipe BR Político

O decreto assinado nesta terça, 7, pelo presidente Jair Bolsonaro que facilita o acesso a munição e transporte de armas de fogo para colecionadores, atiradores e caçadores (CAC) também libera a importação de armas para o coletivo, até então proibida sob o argumento de defesa da soberania nacional. Controladora da maior parte das armas de fogo no Brasil, a Taurus já foi alvo de críticas do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-RJ), que diagnosticou a empresa, dois anos atrás, como em fase de “notória decadência”.

Desde que a possibilidade de abertura desse mercado passou a ser real com a vitória de Jair Bolsonaro para a Presidência, as ações da Taurus passaram por várias perdas na Ibovespa. Os papéis da empresa entraram em leilão diversas vezes e acabaram entre as maiores baixas do mercado, com perdas de mais de 20%.  Em janeiro deste ano, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, disse que não via problemas em se ter 100% de investimento estrangeiro no setor, descartando a possibilidade de incentivos fiscais para a produção, relativizou.