Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro lidera 2º turno em 2022, mas empata com Moro, indica XP/Ipespe

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Se a eleição presidencial fosse hoje, o presidente Jair Bolsonaro venceria em todos os cenários, exceto em um confronto de segundo turno contra o ex-ministro Sérgio Moro, que aparece como sua principal pedra no sapato na busca pela reeleição. É o que indica pesquisa da XP Investimentos em parceria com o Instituto de Pesquisas Sociais, Eleitorais e Econômicas (Ipespe) divulgada nesta quinta-feira, 15.

O presidente Jair Bolsonaro com Sérgio Moro (Justiça) e Paulo Guedes (Economia) em cerimônia de hasteamento da Bandeira

O presidente Jair Bolsonaro e o ex-ministro Sérgio Moro (Justiça) e Paulo Guedes (Economia) em cerimônia de hasteamento da Bandeira. Foto: Gabriela Biló / Estadão

No primeiro turno, em cenário estimulado, Bolsonaro aparece como favorito de 31%, ante 14% de Fernando Haddad (PT), com quem disputou o segundo turno em 2018. Moro aparece na sequência, com 11% das intenções de voto. Depois dele, Ciro Gomes acumula 10%. A margem de erro do levantamento é de 3,2 pontos porcentuais para mais ou para menos, portanto, Moro, Haddad e Ciro estariam tecnicamente empatados.

Luciano Huck somou 5% das intenções de voto, João Amoêdo (Novo) tem 3% e o ex-ministro Luiz Henrique Mandetta (DEM) somou 3%, mesmo porcentual do governador de São Paulo, João Doria (PSDB). Eleitores que não sabem, não responderam ou que optariam por anular ou votar em branco somara, 20%.

Segundo turno

O levantamento mostra o presidente com uma boa vantagem dos demais adversários em cenários testados de segundo turno. O cenário só não ocorre quando o confronto direto é com Moro, com quem empata tecnicamente. O ex-juiz aparece com 36% das intenções de voto e Bolsonaro com 35%.

A preferência por Moro, no entanto, está em queda, apesar de ter tido uma ligeira melhora no último mês. Em abril,  ele tinha 58% das intenções de voto contra Bolsonaro (24%). Em setembro, essa diferença era de 36% para Bolsonaro e 35% para Moro.

O ex-ministro da Justiça, porém, se sai melhor na simulação quando seu adversário petista (Haddad ou Lula). Nesse cenário, Moro tem 43% das intenções de voto, contra 26%.

Bolsonaro, por sua vez, venceria com facilidade um segundo turno com Lula ou Haddad, Luciano Huck, Ciro Gomes e Mandetta.

Veja os seis cenários testados pela pesquisa em simulações de segundo turno:

Cenário 1

Sérgio Moro (sem partido): 36%
Jair Bolsonaro (sem partido): 35%
Não sabe/Não respondeu/Nenhum/Branco/Nulo: 29%

Cenário 2

Jair Bolsonaro (sem partido): 43%
Lula/Haddad (PT): 35%
Não sabe/Não respondeu/Nenhum/Branco/Nulo: 22%

Cenário 3

Sérgio Moro (sem partido): 43%
Lula/Haddad (PT): 26%
Não sabe/Não respondeu/Nenhum/Branco/Nulo: 31%

Cenário 4

Jair Bolsonaro (sem partido): 42%
Luciano Huck (sem partido): 28%
Não sabe/Não respondeu/Nenhum/Branco/Nulo: 30%

Cenário 5

Jair Bolsonaro (sem partido): 43%
Ciro Gomes (PDT): 35%
Não sabe/Não respondeu/Nenhum/Branco/Nulo: 22%

Cenário 6

Jair Bolsonaro (sem partido): 42%
Luiz Henrique Mandetta (DEM): 30%
Não sabe/Não respondeu/Nenhum/Branco/Nulo: 28%