Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro reage ao ‘Lula livre’ de Fernández

Equipe BR Político

O presidente Jair Bolsonaro não ficou satisfeito com o gesto “Lula livre” feito pelo presidente eleito da Argentina, Alberto Fernández. Depois de já ter afirmado que não vai parabenizar o vencedor, Bolsonaro disse que o gesto afronta a democracia brasileira. No domingo, 27, da eleição do país vizinho, também era dia do aniversário do ex-presidente.

“É uma afronta à democracia brasileira. Ao sistema judiciário brasileiro. Uma pessoa condenada em duas instâncias. Outras condenações a caminho. Ele está afrontando o Brasil de graça no meu entender. Nós estamos aguardando seus passos para, talvez no futuro, tomar alguma decisão em defesa do Brasil. Decisões em defesa do Brasil”, disse nesta segunda-feira, 28, diretamente do Catar.

Mesmo descontente com a vitória do kirchnerista, Bolsonaro afirmou que não pretende romper relações com o país vizinho. “Pretendo dialogar, sim. Não vamos fechar as portas. Agora, estamos preocupados e receosos tendo em vista até pelo gesto que ele fez de ‘Lula livre'”, comentou o presidente, segundo o Broadcast Político.

Indagado sobre como ficará a posição no Brasil no Mercosul com a vitória de Fernández, Bolsonaro destacou: “Nós estamos preocupados, não há dúvida. A Argentina, em grande parte, faz comércio graças ao Brasil. Nós não queremos romper nada. Agora, eu digo aos meus ministros, cada um na sua pasta, nós temos de ter capacidade de nos anteciparmos a problema. Obviamente, se tiver algo mais contundente, nós buscaremos conversar com a Argentina para de fato saber qual é a posição deles, em função disso nós tomaremos a nossa posição”.