Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro manda recado: ‘Vai chegar a hora deles. Minha caneta funciona’

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O presidente Jair Bolsonaro recebeu um grupo de religiosos, na tarde deste domingo, 5, no Palácio da Alvorada e em meio a diálogos sobre jejum e fé, o presidente mandou o que pareceu ser uma indireta ao ministro da Saúde, Henrique Mandetta, com quem diz que “não está se bicando há um tempo”. Na última semana, pesquisas mostraram que as ações do ministério no combate à covid-19 têm mais aprovação popular do que as recomendações do presidente.

Foto: Reprodução/Youtube

O presidente começou admitindo que fez algumas escolhas erradas para os ministérios e afirmou que algumas delas já estão fora. Depois, afirmou: “Algumas pessoas no meu governo, algo subiu a cabeça deles. Estão se achando. Eram pessoas normais, mas de repente viraram estrelas. Falam pelos cotovelos. Tem provocações. Mas a hora deles não chegou ainda não. Vai chegar a hora deles. A minha caneta funciona. Não tenho medo de usar a caneta nem pavor. E ela vai ser usada para o bem do Brasil, não é para o meu bem. Nada pessoal meu. A gente vai vencer essa”, declarou o presidente.

Na última semana, em meio ao combate à pandemia de coronavírus o presidente deixou claras as suas divergências com Mandetta e chegou a pedir mais “humildade” ao auxiliar. Um dia depois, o ministro afirmou que não pensa em pedir demissão, pois “um médico não abandona seu paciente”.