Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro minimiza disparos de WhatsApp

Equipe BR Político

O presidente Jair Bolsonaro comentou nesta terça-feira nova reportagem da Folha mostrando que empresas brasileiras compraram pacotes de uma empresa espanhola de disparos em massa de mensagens de WhatsApp durante a campanha. “Teve milhões de mensagens a favor da minha campanha, e talvez alguns milhões contra também”, afirmou.

Ele se disse favorável “a “total liberdade de imprensa, manifestação de pensamento” e usou o caso como gancho para se dizer contrário a qualquer tentativa de proibir manifestações de ódio na internet. “Estão querendo inventar crime de ódio aqui. Se chegar na minha mesa, eu veto qualquer possível criminalização da questão do ódio na internet”, declarou.