Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro mostra medicamento em fase de teste em reunião do G-20

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Mesmo com resultados previstos para daqui a dois ou três meses do primeiro teste no Brasil com hidroxicloroquina para o combate do coronavírus, o presidente Jair Bolsonaro repousou uma caixa do Reuquinol na mesa em que participava da videoconferência do G-20 nesta tarde de quinta, 26. O estudo envolverá 1,3 mil pacientes e 70 hospitais. O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, já afirmou que a distribuição de 3,4 milhões de unidades dos medicamentos cloroquina e hidroxicloroquina são para uso em pacientes internados de forma grave. Ele ponderou que a automedicação não deve ocorrer “em hipótese alguma”. Segundo a Anvisa, a entrega ou venda do medicamento nas farmácias e drogarias só poderá ser feita para pessoas com a receita especial, para que uma via fique retida na farmácia e outra com o paciente.

O presidente Jair Bolsonaro e o minsitro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo

O presidente Jair Bolsonaro e o minsitro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo Foto: Marcos Corrêa/PR

Tudo o que sabemos sobre:

cloroquinaJair BolsonaroG-20reuquinol