Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro: ‘Não condenarei o povo a miséria para receber elogios da mídia’

Gustavo Zucchi

Exclusivo para assinantes

Parece que na visão do presidente Jair Bolsonaro, o único motivo para defender as medidas de isolamento social seria “receber elogios” da mídia. Em seu Twitter, o atual ocupante do Palácio do Planalto voltou a tentar justificar seu posicionamento contrário às recomendações de especialistas, infectologistas, da OMS e seguidas pelo resto do mundo no combate à pandemia de coronavírus.  “Se estivesse pensando em mim, lavaria as mãos e jogaria para a platéia, como fazem uns”, afirmou o presidente. A mídia, alvo maior do bolsonarismo já há algum tempo, também foi citada. “Não condenarei o povo à miséria para receber elogios da mídia ou de quem até ontem assaltava o País”, disse.

A quarentena vertical proposta pelo presidente foi novamente posta como solução. ” Não queremos descaso com a questão da Covid-19. Apenas buscamos a dose adequada para combater esse mal sem causar um ainda maior. Se todos colaborarem, poderemos cuidar e proteger os idosos e demais grupos de risco, manter os cuidados diários de prevenção e o país funcionando”, afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:

Jair Bolsonarocoronavírus