Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro não deixa prefeito de NY sem resposta

Equipe BR Político

Jair Bolsonaro parece não estar disposto a sepultar a polêmica troca de ofensas com o prefeito de Nova York, Bill de Blasio. Em entrevista para a rádio Bandeirantes, o presidente voltou a xingar o norte-americano, que no último sábado chamou Bolsonaro de “orgulhoso homofóbico”. “Se tivesse PSOL lá, o partido adequado dele seria o PSOL”, disse Bolsonaro, se referindo a Blasio como um  “bobalhão”, “paspalhão” e “fanfarrão”.

O brasileiro ainda acusou o prefeito de NY de de “ir para cima” da comissão que organizava o evento que Bolsonaro estaria. “Ele (Blasio) se organizou abertamente para o pessoal jogar ovo, jogar estrume”, disse. “Não é esse o comportamento de um prefeito, ele quer disputar as prévias do Partido Democrata para disputar contra o Trump, mas ele é um fanfarrão e não vai conseguir nada”, disse.