Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro ‘não vê problema nenhum’ em fazer trocas na PF

Equipe BR Político

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta sexta-feira, 16, que não vê problemas em mudar o chefe da superintendência da Polícia Federal no Rio de Janeiro. Na quinta-feira, 15, Bolsonaro anunciou antes da PF que o superintendente do RJ, Ricardo Saadi, seria substituído por questões de “produtividade”. Hoje, o presidente afirmou que a PF foi “loteada” politicamente no passado, mas isso mudou. “Se eu for trocar os superintendentes, qual o problema? Eu não vejo problema nenhum. É igual ao Coaf. Eu tentei deixar o Coaf com o Moro, via medida provisória, o Congresso botou na Fazenda (na verdade, o ministério atualmente é da Economia) e o Paulo Guedes que decide”, disse. O presidente também comentou o assunto pela manhã, afirmando que precisaria ser consultado sobre mudanças. “Quem manda sou eu”.

Ontem, a PF afirmou que a troca de Saadi já estava programada há meses. O anúncio do presidente, no entanto, causou surpresa já que a substituição de superintendentes regionais é de responsabilidade do diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo. Além disso, a PF do Rio está envolvida nas investigações do caso relacionado à movimentação financeira atípica de Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro, filho do presidente. Questionado sobre possíveis intervenções também na Receita Federal, Bolsonaro afirmou que “tudo pode ser melhorado”.

Tudo o que sabemos sobre:

Presidente Jair BolsonaroPF