Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro nomeia Rolando de Souza como diretor-geral da PF

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O presidente Jair Bolsonaro escolheu o ex-secretário de Planejamento e Gestão da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) Rolando Alexandre de Souza para assumir o cargo de diretor-geral da Polícia Federal. A nomeação está publicada em edição extra do Diário Oficial da União desta segunda-feira, 4.

Rolando Alexandre de Souza. Foto: Divulgação

Rolando vai ocupar o lugar que seria de Alexandre Ramagem, que na última semana teve a indicação barrada pelo STF. Conforme informou o Estadão, Rolando de Souza é considerado “braço direito” de Ramagem. A nomeação é vista como solução alternativa enquanto Bolsonaro tenta reverter a decisão do ministro Alexandre de Moraes.

O cargo de diretor-geral da PF está vago desde 24 de abril, quando o presidente Bolsonaro exonerou Maurício Valeixo da função e abriu o caminho para a demissão do ex-ministro Sérgio Moro.