Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro parabeniza manifestação por não ter ‘faixas contra a democracia’

Gustavo Zucchi

Exclusivo para assinantes

De máscara, Jair Bolsonaro parece ter ficado satisfeito com a manifestação deste domingo. Segundo o presidente, desta vez não apareceu nenhuma faixa pedindo o fechamento do Congresso e do STF. Apareceram cartazes com os dizeres “Nossa bandeira jamais será vermelha” e “Brasil acima de tudo, Deus acima de todos”, dois motes da militância bolsonarista. Havia ainda um “pixuleco” do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), do qual Bolsonaro tenta uma reaproximação.

“O governo federal tem dado todo o apoio para atender as pessoas que contraíram o vírus, e esperamos brevemente ficar livre dessa questão, para o bem de todos nós. O Brasil com certeza voltará mais forte. O que nós queremos é resgatar os valores que formam nossa nacionalidade, respeita a família, ter uma a boa política externa. Tenham certeza que movimentos como esse fortalecem o nosso Brasil acima de tudo”, disse Bolsonaro.

O presidente esteve acompanhado de 11 de seus 22 ministros na rampa do Palácio do Planalto. Todos ao lado do presidente estavam utilizando marcas de proteção contra o coronavírus. Dentre os gritos de guerra entoados pelos manifestantes ouviu-se pedidos por “cloroquina” e “volta ao trabalho”.

Tudo o que sabemos sobre:

Jair Bolsonarocoronavírusmanifestação