Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro pede desculpas ao STF por vídeo do leão

Equipe BR Político

Na Arábia Saudita, o presidente Jair Bolsonaro afirmou ao Estadão que foi um erro a publicação no Twitter do vídeo no qual se compara a um leão sendo atacado por hienas identificadas com siglas de partidos, veículos de imprensa e o STF. Como é sabido, o presidente é o responsável pela conta e o filho Carlos Bolsonaro um dos publicadores de conteúdo do perfil. “Me desculpo publicamente ao STF, a quem por ventura ficou ofendido. Foi uma injustiça, sim, corrigimos e vamos publicar uma matéria que leva para esse lado das desculpas. Erramos e haverá retratação”, disse o presidente durante viagem à Arábia Saudita.

O presidente afirmou que o vídeo foi publicado em sua conta sem o devido cuidado e que orientou sua equipe a evitar este tipo de conteúdo.  “O vídeo não é meu, esse vídeo apareceu, foi dada uma olhada e ninguém percebeu com atenção que tinham alguns símbolos que apareciam por frações de segundos. Depois, percebemos que estávamos sendo injustos, retiramos e falei que o foco (nas redes sociais) são as nossas viagens.”

Sobre a participação de Carlos na publicação, o presidente afirmou que “não se pode culpar o Carlos. A responsabilidade final é minha. O Carlos foi um dos grandes responsáveis pela minha eleição e é comum qualquer coisa errada em mídias sociais culpá-lo diretamente. A responsabilidade é minha, tem mais gente que tem a senha e não sei por que passou despercebido essa matéria aí”, disse.