Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro precisa de ‘plenitude’ para voltar à Presidência

Equipe BR Político

Nesta sexta-feira, 13, foi retirada a sonda nasogástrica que havia sido colocada no presidente Jair Bolsonaro na última terça. Ele segue sem dor e afebril, e já voltou para a dieta líquida, segundo o porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros. Por ora, está previsto que o presidente retornará ao cargo na segunda-feira, 16. A previsão inicial era de que isso ocorreria nesta sexta. O porta-voz afirmou que o prazo foi estendido para que Bolsonaro pudesse resumir “com plenitude” as funções presidenciais.

O presidente Jair Bolsonaro caminha em corredor do Hospital Vila Nova Star após sua quarta cirurgia

O presidente Jair Bolsonaro caminha em corredor do Hospital Vila Nova Star após sua quarta cirurgia. Foto: Reprodução/Twitter

“Por uma avaliação conjunta da equipe médica da Presidência, nós entendemos que, para acelerar o processo de recuperação do senhor presidente, far-se-ia necessário um período maior de repouso, onde ele não precisasse exercer, até fisicamente, a Presidência da República”, disse. O porta-voz completou dizendo que o presidente acordou de bom humor. Até que Bolsonaro retorne à função, o presidente interino é Hamilton Mourão. Rêgo Barros também afirmou que a viagem para discursar na Assembleia-Geral da ONU, em 24 de setembro, está mantida.