Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro promete ampliar rol de atividades essenciais

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O presidente Jair Bolsonaro deve ampliar, nos próximos dias, a lista de atividades essenciais durante a pandemia do novo coronavírus. Com isso, mais categorias e setores estarão autorizadas a funcionar a despeito das medidas de distanciamento social.

O presidente Jair Bolsonaro em marcha até o STF na semana passada

O presidente Jair Bolsonaro em marcha até o STF na semana passada Foto: Gabriela Biló/Estadão

No domingo, 10, Bolsonaro prometeu que nesta-segunda-feira, 11, provavelmente incluiria “mais algumas profissões como essenciais”. Não há nenhuma publicação no Diário Oficial da União de hoje a esse respeito. “Vou abrir, já que eles não querem abrir, a gente vai abrindo aí”,  afirmou Bolsonaro a apoiadores, em frente ao Palácio da Alvorada.

Em outras conversas com apoiadores, Bolsonaro já declarou que, na avaliação ele, essencial é toda a atividade que coloca a comida na mesa. Na quinta-feira, 7, o presidente decretou que as atividades industriais e a construção civil também são essenciais em meio ao avanço do novo coronavírus. O presidente é crítico a restrições ao trabalho e comércio durante a pandemia. A medida foi adotada no mesmo dia em que Bolsonaro, acompanhado de um grupo de empresários e ministros, foi ao Supremo Tribunal Federal (STF) pedir que medidas restritivas nos Estados sejam amenizadas.