Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro quer agora que Eduardo desista de embaixada

Equipe BR Político

O presidente Jair Bolsonaro havia dito lá atrás que o filho Eduardo Bolsonaro é quem escolheria se seria líder do PSL na Câmara ou embaixador do Brasil nos EUA. Nesta terça, 22, no entanto, afirmou que prefere a primeira opção à segunda em razão da disputa pela vaga no Legislativo travada com o dirigente da legenda, Luciano Bivar. “Nós temos lá o Nestor Forster. Ele é é um bom nome. Obviamente, o Eduardo desistindo que eu mande o nome dele ao Senado, tendo em vista a importância na política dentro do partido, o Forster é um bom nome para ser consolidado lá”, afirmou o presidente, informa o Estadão.

Bolsonaro falou com a imprensa instantes antes de seguir para a cerimônia de coroação do imperador japonês Naruhito, em Tóquio. Para ele, seria mais estratégico o filho ajudar a “pacificar” o partido e a “catar os cacos” deixados pela crise interna. Em junho, Forster foi promovido ao topo da carreira justamente para poder ocupar o posto. Um mês depois, no entanto, diplomatas foram surpreendidos pela possibilidade de Bolsonaro indicar Eduardo.