Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro quer um ‘dia de jejum’ contra o coronavírus

Cassia Miranda

Exclusivo para assinantes

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira, 2, que vai pedir que os brasileiros façam um dia de jejum para combater a pandemia do novo coronavírus. A declaração foi feita em entrevista ao programa “Os pingos nos is”, da Rádio Jovem Pan.

O presidente Jair Bolsonaro, ontem cedo, durante Convenção Nacional das Assembleias de Deus, em Goiânia Foto: Isac Nóbrega/PR

A sugestão partiu de pastores evangélicos, que tiveram uma conversaram hoje com o presidente em frente ao Palácio da Alvorada. Um dos pastores presentes pediu para que Bolsonaro convocasse um dia de jejum.

“Sou católico e minha esposa evangélica. É um pedido dessas pessoas (os evangélicos). Estão pedindo um dia de jejum para quem tem fé”, disse. E seguiu: “A gente vai brevemente, junto com os pastores, padres e etc., religiosos, anunciar aí, pedir um dia de jejum para todo o povo brasileiro em nome, obviamente, de que o Brasil aqui fique livre desse mal (novo coronavírus) o mais rápido possível”. Na sequência, o presidente pediu mais humildade ao ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e afirmou que os dois “não estão se bicando há muito tempo”.