Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro reduz crédito de IPI da ZFM e irrita bancada do Amazonas

Gustavo Zucchi

O governo de Jair Bolsonaro vai gerando cada vez mais irritação na bancada do Amazonas do Congresso. A última foi a decisão publicada no Diário Oficial do ultimo dia 20 estabelecendo o crédito presumido de concentrados produzidos na Zona Franca de Manaus de 8% até novembro deste ano e reduzindo para 4% depois disso. “Enquanto não reverter essa decisão não teremos boa vontade com matérias do governo nem na Câmara e nem no Senado”, disse ao BRP o deputado Marcelo Ramos (PL-AM), ressaltando que a bancada do Estado está unida nesta questão.

O deputado Marcelo Ramos (PR-AM)

O deputado Marcelo Ramos (PR-AM) Foto: Dida Sampaio/Estadão

Além de três senadores, o Estado conta com 24 deputados na Câmara. O receio dos amazonenses é que isso afaste empresas da cidade. “Coloca o pólo de concentrados no corredor da morte”, disse o deputado Marcelo Ramos. Outro problema, além das empresas do setor, seria o receio de que a medida se estenda para outras áreas que contam com o crédito. A promessa do governo do Estado é levar o decreto ao STF e da bancada é requisitar celeridade do Judiciário na questão.