Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro diz que demarcações estão chegando a ponto de ‘ingovernabilidade’

Equipe BR Político

Segundo o presidente Jair Bolsonaro, o Brasil está “chegando a um ponto quase que da ingovernabilidade no tocante às reservas”, se referindo aos territórios indígenas demarcados. “A intenção dessas grandes reservas, e isso sempre se discutiu na ONU, é que, pela autodeterminação dos povos indígenas, seriam novos países no futuro”, afirmou em entrevista ao canal da apresentadora bolsonarista Antonia Fontenelle.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, discursa em cerimônia

Foto: Gabriela Biló/Estadão

O presidente repetiu o discurso contrário aos europeus. O presidente da França, Emmanuel Macron, segue rondando os pensamentos de Bolsonaro. Que novamente bateu na tecla da soberania e de US$ 20 milhões de dólares não comprariam a Amazônia. Segundo ele, países “como a Alemanha, em especial”, estavam “comprando o Brasil via Fundo Amazônia”.

Sobre as medidas que os chefes dos países amazônicos devem tomar, o presidente afirmou que eles devem elaborar uma “nota conjunta” sobre a crise na região, além de reafirmar que “temos direito e vamos explorar de forma sustentável a região amazônica”. Esse, aliás, tem sido um novo bordão repetido por Bolsonaro durante a crise ambiental. Resta saber, no entanto, qual seria a tradução em políticas de governo para o que ele chama de “exploração sustentável”.