Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro sobre pautas que não avançam: ‘Normal da democracia’

Equipe BR Político

Na esteira da derrubada de 18 dos 33 vetos que tinha imposto à Lei de Abuso de Autoridade, o presidente Jair Bolsonaro reconheceu nesta quinta-feira, 26, que o governo tem enfrentado algumas derrotas no Congresso. Ele tentou minimizar a situação dizendo que isso é “normal na democracia”.

“Muitas pautas que nos interessam estão avançando no Parlamento e outras não, o que é normal da democracia. Não posso impor a minha vontade em tudo, até porque se um dia alguém com sentimento de ditador chegar no meu lugar vai querer impor sua vontade também. O parlamento tem um freio necessário, às vezes a gente não concorda, mas tem que respeitar”, disse Bolsonaro a apoiadores na saída do Palácio da Alvorada. Ele não quis falar com jornalistas que o aguardavam.

Incomodado com críticas ao discurso que fez na Assembleia Geral das Nações Unidas, na última terça-feira, em Nova York, Bolsonaro afirmou que assistiu a sua fala novamente e que não considerou as declarações agressivas. Para ele, alguns setores da mídia “foram para o esculacho”. “Queriam alguém lá que fosse para falar abobrinha, enxugar gelo e passar o pano. Não fui ofensivo com ninguém. Assisti ao que eu falei, seria muito mais cômodo eu fazer um discurso para ser aplaudido, mas não teria coragem de olhar para a cara de vocês aqui”, o que reafirma, como você leu aqui no BRP, que ele fez um discurso direcionado aos seus.