Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

Bolsonaro sobre vacinação: ‘Não pode aplicar qualquer coisa no povo’

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O presidente Jair Bolsonaro deixou claro, neste sábado, 26, que não se incomoda com o fato de vários outros países, inclusive na América Latina, já terem iniciado a vacinar suas populações contra a covid-19, enquanto no Brasil ainda não há prazo para que isso ocorra. “Ninguém me pressiona para nada”, disse, segundo o Broadcast Político, durante passeio por Brasília, sem máscara, no final da manhã de hoje.

O presidente Jair Bolsonaro circulou por Brasília sem máscara Foto: Gabriela Biló/Estadão

“Entre mim e a vacina tem uma tal de Anvisa, que eu respeito e não estão querendo respeitar”, argumentou, citando a Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Bolsonaro também mencionou a assinatura uma Medida Provisória (MP) que liberará no ano que vem R$ 20 bilhões para aquisição e distribuição do imunizante, entre outros usos.

O presidente repetiu o discurso de que os laboratórios não querem se responsabilizar por possíveis reações adversas que possam ser causadas após a vacinação. “Não pode aplicar qualquer coisa no povo”, afirmou. “Eles não se responsabilizam por qualquer efeito colateral (da vacina)”, criticou, acrescentando que a falta de respaldo, pelo que soube, é válida para todas as empresas que estão comercializando o imunizante.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

Jair Bolsonarovacina