Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro vai discutir convocação de diplomata com chanceler

Equipe BR Político

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira, 7, que vai aguardar o chanceler Ernesto Araújo retornar das férias para discutir a convocação da encarregada de Negócios do Brasil em Teerã, Maria Cristina Lopes, pela chancelaria iraniana. Neste momento, o presidente está reunido com o ministro da Defesa, Fernando Azevedo.

“Estou aguardando o que haverá após essa convocação aí. Tá ok?”, respondeu ao ser questionado sobre como encarou a convocação, que é vista no meio diplomático como uma forma de reprimenda. “Nós repudiamos terrorismo em qualquer lugar do mundo e ponto final. É um direito deles (a convocação), como é o meu também”, disse Bolsonaro em seguida.

Ao ser perguntado se recebeu informações sobre o teor da conversa entre iranianos e a representante do Brasil no Irã, ele disse que não pode compartilhar dados como esse. O presidente afirmou que mesmo após a nota em apoio ao EUA emitida pelo Itamaraty, não houve impacto negativo no comércio entre Brasil e Irã. “Temos o comércio com o Irã e vamos continuar nesse comércio”, disse. “O Irã adotou alguma medida contra nós? Acho que não”, declarou em outro momento.

Tudo o que sabemos sobre:

IraJair BolsonaroEUAgovernoErnesto Araújo