Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro: ‘Vamos até o limite do Itamaraty’

Equipe BR Político

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta, 2, que seu governo está disposto a ir até o limite da diplomacia brasileira para tirar Nicolás Maduro do poder na Venezuela. “Nós vamos até o limite do Itamaraty. Sem partir para as vias de fato, vamos fazer de tudo para restabelecer a democracia na Venezuela”, disse à Folha. A respeito de Juan Guaidó, Bolsonaro afirmou que acredita “no desgaste que o Guaidó pode impingir ao (Nicolás) Maduro”. A divisão existente nas Forças Armadas venezuelanas, previu, pode atingir o alto escalão militar do país vizinho.

Sobre Maduro, Bolsonaro afirmou que o ditador “não manda nele mesmo. Quem manda nele são os generais, os cubanos, em boa parte os russos. Ele é vigiado o tempo inteiro”. Na avaliação do presidente, não houve “derrota nenhuma” nas manifestações lideradas por Guaidó em Caracas, que não obtiveram o apoio das Forças Armadas prometido pelo oposicionista.

Tudo o que sabemos sobre:

Bolsonaronicolas maduroItamaraty