Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

Boulos não quer ‘irresponsabilidade social’ a custa de ‘responsabilidade fiscal’

Gustavo Zucchi

Exclusivo para assinantes

Como era esperado, Guilherme Boulos (PSOL) foi bastante questionado no Roda Vida sobre seus planos para a economia da cidade de São Paulo. Em especial, por propor uma conta amalucada em sabatina do Estadão, na qual resolveria o problema da Previdência municipal contratando mais servidores. Na atração da TV Cultura, Boulos repetiu que se expressou mal na entrevista ao jornal. Mas reforçou que quer fazer concursos públicos se for eleito.

“A cidade precisa de concursos, precisa fortalecer serviços públicos. Gastos com terceirizados são maiores do que com concursados”, disse Boulos. “Responsabilidade fiscal não pode significar irresponsabilidade social. Não vou explodir o orçamento da prefeitura, mas também não vou deixar 19 bilhões de reais parados no caixa da prefeitura como fez Bruno Covas enquanto falta médico nas periferias”, afirmou o psolista.

Guilherme Boulos participou do Roda Viva nesta segunda-feira, 23. Foto: Divulgação

 

Tudo o que sabemos sobre:

Roda Vivatv culturaresponsabilidade fiscal