Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Brasil e Chile descartam intervir na Venezuela

Vera Magalhães

Declaração conjunta assinada pelos presidentes do Brasil e do Chile descarta a possibilidade de intervenção militar na Venezuela. No documento, Jair Bolsonaro e Sebastián Piñera reiteram “o firme compromisso de continuar trabalhando, no âmbito do Grupo de Lima, pela busca de uma saída democrática e pacífica para a crise venezuelana, rejeitando energicamente qualquer ação que implique o uso da violência, sobretudo a opção de intervenção militar”.

A declaração diz ainda que os dois países apoiam a realização de novas eleições “livres e justas. libertar presos políticos e colocar um fim à violação dos direitos humanos”. Insistiram, igualmente, “na importância que o regime de Nicolás Maduro autorize a abertura de canal de ajuda humanitária que possa atenuar a grave escassez de remédios e alimentos naquele país”.