Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

‘Brasil enfim ganha boas manchetes na Itália’

Equipe BR Político

Nem tudo são problemas na vida de Sérgio Moro, segundo a colunista do Estadão, Eliane Cantanhêde. Em sua coluna desta terça-feira, ela mostra que com o ex-juiz no comando do Ministério da Justiça, a relação entre Brasil e Itália passou da água para o vinho. “Depois de anos de estranhamento, Brasil e Itália retomam as relações a todo vapor, principalmente no combate ao crime organizado, e comemoraram ontem o sucesso da operação da Polícia Federal que prendeu em São Paulo dois importantes líderes mafiosos, Nicola e Patrick Assisi, pai e filho, os ‘fantasmas da Calábria'”, escreveu.

“Sob pressão, por conta dos diálogos com procuradores divulgados pelo site The Intercept Brasil, Moro estava todo saltitante ontem (na medida em que o contido Moro consegue ser saltitante), talvez por, enfim, inverter a pauta. Segundo ele, Nicola Assisi é ‘um dos maiores traficantes de cocaína do mundo’ e a operação da PF foi impecável, merece todos os elogios”, afirmou. “Sob o olhar preocupado das nações democráticas, pelas manifestações sobre meio ambiente, armas, radares, trabalho infantil, o Brasil ganha enfim boas manchetes na Itália. Não passou a mão na cabeça de criminoso, nem foi só para inglês ver.”