Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Brasil oferece ajuda ao Chile na busca por avião desaparecido

Equipe BR Político

Após falar com o presidente do Chile, Sebastián Piñera, o presidente Jair Bolsonaro ofereceu ajuda na busca do avião da Força Aérea do Chile (FACh) que desapareceu na madrugada desta terça-feira, 10. Com 38 pessoa a bordo, na segunda-feira, 9, a aeronave partiu da cidade de Punta Arenas, por volta das 17h, rumo à Base Eduardo Frei, na Antártida. A viagem deveria durar duas horas e meia. A aeronave perdeu o contato com a base de controle às 18h13.

Em comunicado divulgado nesta manhã, a Marinha do Brasil informou que está apoiando a operação de busca do avião Hércules C-130. O navio polar Almirante Maximiano foi deslocado e está a caminho do possível local da queda da aeronave chilena. Ao deixar o Palácio da Alvorada, Bolsonaro também afirmou que ofereceu uma aeronave para ajudar nas buscas.

Autoridades chilenas acreditam que o avião desapareceu quando sobrevoava o estreito de Drake, uma das travessias mais perigosas do mundo tanto para navios quanto para aeronaves.

Pelo Twitter, o presidente chileno avisou que cancelou a ida à posse de Alberto Fernández na Argentina e falou sobre a ajuda oferecida pelo governo brasileiro. “Acabei de falar com o presidente Jair Bolsonaro que nos ofereceu toda a ajuda do Brasil nas tarefas de busca do avião da Força Aérea do Chile. Com a ajuda de muitos, estamos fazendo todos os esforços humanamente possíveis nas tarefas de busca do avião”, escreveu.