Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Brasil pode reativar Parlamento Amazônico

Marcelo de Moraes

Exclusivo para assinantes

O presidente da Comissão de Defesa e Relações Exteriores do Senado, Nelsinho Trad (PSD-MS), defendeu que o Brasil apóie a reativação do Parlamento Amazônico, para estabelecer um fórum de defesa e discussão das questões da região. Trad contou que a proposta já está avançando e tomando forma dentro do Congresso. E pediu apoio para a iniciativa ao ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, durante audiência pública no Senado, na quinta, e encontrou boa receptividade.

O senador disse que foi procurado por embaixadores da Região Amazônica, no fim do ano passado. Na conversa, foi proposto que o Brasil liderasse a recriação deste Parlamento.

“No final do ano passado, já na véspera do Natal, em dezembro, eu fui convidado para um almoço na Embaixada do Equador. Achei que fosse um almoço de final de ano, quando é costume, com os países amigos, brindar o final do ano e planejar o trabalho do próximo, que estava por chegar. Qual foi a minha surpresa ao ver que lá estavam oito Embaixadores da Organização do Tratado da Amazônia. O aperitivo do almoço, muito bem organizado pela esposa do Embaixador do Equador, foi justamente um apelo que todos fizeram, de forma unânime, no sentido de nós aqui liderarmos a reativação do Parlamento Amazônico, composto por esses países”, afirmou Trad.

“Isso avançou, nós já nos assessoramos com a assessoria técnica da Casa, do Senado. Já estamos elaborando um projeto de resolução para a criação de um grupo parlamentar do Parlamento Amazônico, composto por cinco titulares e cinco suplentes, Deputados e Senadores. Nós vamos enviar carta aos Presidentes dos Parlamentos dos países amazônicos para propor envio da delegação à reunião para reativar esse Parlamento aqui em Brasília, na data de 21 de maio, que foi estabelecida numa reunião que tivemos este ano, justamente na sede da Organização do Tratado da Amazônia, acompanhada que foi por integrantes do seu staff no Ministério da Relações Exteriores”, contou.

 

Tudo o que sabemos sobre:

Nelsinho TradParlamento Amazônico