Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Brasil reconhecerá as eleições bolivianas?

Equipe BR Político

O Brasil parece estar perto de criar mais um desafeto em seu quintal. O Itamaraty avisou neste sábado que, no momento, não irá reconhecer o resultado das eleições da Bolívia. “Considerando-se as tratativas em curso entre a OEA  e o governo da Bolívia para uma auditoria completa do primeiro turno das eleições naquele país, o Brasil não reconhecerá, neste momento, qualquer anúncio de resultado final”, informou o Ministério por meio de sua conta no Twitter. A Justiça Eleitoral da Bolívia encerrou hoje a contagem de votos e declarou o atual presidente Evo Morales reeleito em primeiro turno.

Quem subiu o tom contra o governo boliviano foi o filho do presidente Jair Bolsonaro, Eduardo Bolsonaro. O presidente da Comissão de Relações Exteriores da Câmara e “chanceler informal” foi ao plenário da Casa Legislativa na última quinta-feira afirmar que, para ele, “está na cara que as eleições na Bolívia foram fraudadas” e pediu que o Brasil, via OEA, peça a anulação do pleito boliviano.