Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

BRP entrevista hoje Joice Hasselmann, às 16h

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O BR Político continua nesta sexta, 9, sua série de entrevistas com candidatos a prefeituras das principais capitais do País com a deputada federal Joice Hasselmann, do PSL, que disputa a Prefeitura de São Paulo.

Joice Hassemann, candidata à Prefeitura da cidade de São Paulo. Foto: Tiago Queiroz/Estadão

Segundo recente pesquisa do Ibope/Estadão/TV Globo, a parlamentar aparece com 1% das intenções de voto e rejeição de 19%. Ela é mais rejeitada que Guilherme Boulos (PSOL), com 17%; Marcio França (PSB), com 13%; e o petista Jilmar Tatto, com 12%. Está empatada nesse quesito com Levy Fidelix, com 21% de rejeição. Os que não sabem ou preferiram não opinar representam 53%.

Hoje com 42 anos, em 2018, ela foi a deputada federal mais votada no País no rastro do bolsonarismo, com cerca de 1 milhão de votos, ficando atrás de Eduardo Bolsonaro, com 1,8 milhão. Na capital paulista, recebeu 289 mil votos, o equivalente a 5% do total.

Joice já foi uma das principais aliadas do presidente Jair Bolsonaro, mas hoje diz que mudou de lado, em que pese seu argumento de que sua briga é somente com os filhos do chefe do Planalto. Em suas redes sociais, mantém críticas às políticas do governo federal. No debate da Band, duelou com Celso Russomanno (Republicanos).

O PSL tem a segunda maior bancada na Câmara dos Deputados, quatro senadores e três governadores. Passou por situação traumática pelo rompimento com Bolsonaro no ano passado e ainda colhe os efeitos do escândalo de candidaturas de fachada em 2018.

 

Tudo o que sabemos sobre:

Joice Hasselmannentrevistaeleição2020