Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

BRP Recomenda: O que dizem os editoriais

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Nesta quinta-feira, 14, editorial do Estadão defende que o vídeo da reunião ministerial na qual Jair Bolsonaro teria demonstrado vontade de interferir na PF seja revelado na íntegra. “É imprescindível que o inteiro teor do vídeo da reunião do presidente Jair Bolsonaro com seu Ministério em 22 de abril seja tornado público. E essa iniciativa deveria partir não de uma ordem judicial, e sim do próprio presidente, certamente o maior interessado no esclarecimento dos fatos; afinal, se é verdade que o tal registro não revela nenhuma irregularidade cometida pelo presidente, como Bolsonaro diz e repete, então nada deveria obstar sua publicidade voluntária e imediata.”

O jornal lamenta também que o presidente insista na volta à normalidade sem um planejamento adequado. “Enquanto o sr. Jair Bolsonaro finge (e mal) ser um presidente da República preocupado com o destino de todos os brasileiros, e não só com o dele e o dos que estão no seu círculo afetivo, o Brasil ultrapassou a marca de 12 mil mortos por covid-19 no início desta semana. Já são quase 178 mil casos confirmados da doença no País, fora a subnotificação.”

Em outro editorial, o jornal pede a ação de empresários ante as afrontas autoritárias de Bolsonaro. “Além da pandemia, há outra circunstância a exigir, neste momento, atenção especial dos empresários – a escalada de ameaças e afrontas à Constituição e às instituições pelo presidente Jair Bolsonaro. Não há dúvida de que é completamente desumano ter de enfrentar, ao mesmo tempo, essas duas crises, a da covid-19 e a instaurada por Jair Bolsonaro. Mas, a despeito de toda perplexidade quanto à irresponsabilidade do presidente, o fato é que as duas crises são reais e ambas têm potencial de provocar enormes estragos.”

Tudo o que sabemos sobre:

Editorial Estadão