Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

BRP Recomenda: O que dizem os editoriais

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Editorial do Estadão desta terça-feira, 2, trata dos protestos contra o racismo que tomaram conta dos Estados Unidos. “O racismo nos EUA é uma chaga aberta que nem a eleição do primeiro presidente negro na história do país, o democrata Barack Obama, foi capaz de cicatrizar. Todos os dias, na nação que representa a quintessência da democracia moderna, negros recebem um tipo de tratamento que normalmente não seria dado aos brancos nas mesmas situações. Esta realidade ganha contornos dramáticos quando envolve a polícia. De tempos em tempos, um caso particular de violência policial contra negros é o estopim para que irrompam tensões que, na melhor das hipóteses, estavam adormecidas, jamais superadas.”

O jornal também trata dos protestos aqui no Brasil, em especial os contrários a Jair Bolsonaro e sua militância. “Enquanto Bolsonaro dava mais uma de suas rotineiras demonstrações de profundo menosprezo pela democracia, alguns grupos foram para as ruas protestar contra o presidente e foram publicados diversos manifestos em defesa dos valores democráticos e republicanos. O mais notável, em todos os casos, foi o caráter suprapartidário de várias dessas manifestações.”

O Estadão trata também do crescimento dos déficits fiscais pelo mundo. “Em rápido crescimento, a epidemia do coronavírus, o déficit fiscal e a dívida pública seguem trajetórias semelhantes e assim devem seguir por algum tempo. Mas o déficit e a dívida poderão continuar aumentando quando o surto da doença tiver amainado, se o governo relaxar o controle de suas finanças. O risco se agrava quando o presidente Jair Bolsonaro negocia com o Centrão postos importantes da administração federal. Com as negociações, a gestão de orçamentos multibilionários é entregue a pessoas indicadas por um grupo conhecido por seu fisiologismo. Mesmo sem esse risco o desafio já é enorme.”

Tudo o que sabemos sobre:

Editorial Estadão