Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

BRP Recomenda: o que dizem os editoriais

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Editorial do Estadão desta quarta-feira, 26, aborda a fuga de capitais em meio à pandemia. “Algo está assustando os investidores. O Brasil perdeu US$ 30,6 bilhões de janeiro a julho, tirados de aplicações em fundos de investimento, ações e títulos de dívida. O movimento se inverteu. Um ano antes tinha havido entrada líquida de US$ 14,1 bilhões – diferença entre ingressos e saídas. Em 12 meses a perda líquida chegou a US$ 52,3 bilhões.”

Também trata da criação de um Padrão Global da Indústria da mineração para a Gestão de Rejeitos. “A fim de implementar o novo Padrão, a ONU apoiará os governos que quiserem incorporá-lo em suas políticas e legislações, e a Princípios para o Investimento Responsável – a principal organização global na área, representando US$ 103,4 trilhões em ativos – desenvolverá as expectativas de investimento para apoiar as mineradoras. As empresas-membros do Conselho sobre Mineração se comprometeram a conformar todas as suas instalações com consequências potenciais “extremas” ou “muito altas” em três anos, e todas as demais em cinco anos.”

E mostra que mesmo com o isolamento social mais brando, o varejo segue em baixa. “A reabertura gradual do comércio não essencial foi insuficiente para reanimar o setor e, em especial, para afastar a percepção pessimista dos empresários quanto às dificuldades da retomada do ritmo da atividade, duramente afetada pela crise do novo coronavírus. É o que mostra o Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec) de agosto, elaborado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).”

 

Tudo o que sabemos sobre:

Editorial Estadão