Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

BRP Recomenda: o que dizem os editoriais

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Editorial do Estadão desta segunda-feira, 14, trata do rumo dado pelo governo aos chamados “superministros” ao tratar do caso de Paulo Guedes. “Em novembro de 2018, logo após ser confirmado como ministro da Economia do futuro governo de Jair Bolsonaro, Paulo Guedes sugeriu que era preciso dar uma ‘prensa’ no Congresso para aprovar a reforma da Previdência o mais rápido possível. Eram tempos de enorme confiança por parte de Paulo Guedes, na condição de futuro ‘superministro’ com plena autonomia para ditar a agenda econômica. Pouco menos de dois anos de governo, contudo, parecem ter bastado para que ficasse claro ao ‘superministro’ que sua capacidade de dar uma ‘prensa’ no Congresso – ou mesmo no próprio governo – para fazer valer suas ideias era bem menor do que fazia crer a lenda criada em torno de seus ‘superpoderes'”.

Também aborda o caso da Operação Lava Jato para defender que a investigação de pessoas deve ser feita dentro dos limites da lei. “É preciso avançar na compreensão das liberdades e garantias fundamentais. O poder de investigar a vida dos cidadãos não deve estar submetido apenas aos limites que o Ministério Público queira corporativamente fixar. Num Estado Democrático de Direito, esses limites são fixados pela lei, e não pela vontade de cada um. De outro modo, não há liberdade.”

E cita o efeito da pandemia do novo coronavírus na figura de políticos como Donald Trump e Jair Bolsonaro. “A pandemia também reforçou entre os cidadãos a necessidade de buscar informações oriundas de fontes confiáveis. De modo geral, fortaleceram-se a imprensa profissional e as entidades científicas. Tecnopopulistas como Trump e Bolsonaro têm aversão aos fatos quando estes contrariam as narrativas que querem impor. Tanto um como outro elegeram os jornalistas como seus principais ‘inimigos’, quando não os ‘inimigos do povo'”.

 

Tudo o que sabemos sobre:

Editorial Estadão