Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

BRP Recomenda: o que dizem os editoriais

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Editorial do Estadão desta segunda-feira, 9, prega a favor da vacinação infantil, que teve campanha contra a poliomelite estendida devido ao baixo comparecimento. ‘O objetivo do Ministério da Saúde era imunizar 11,2 milhões de crianças de 1 a 5 anos contra a pólio neste ano, mas, de acordo com balanço divulgado pela pasta, apenas 4,9 milhões de crianças foram vacinadas (44%). É desolador constatar que 6,3 milhões de crianças ainda estão sujeitas a contrair uma grave doença que há 30 anos havia sido erradicada no Brasil.”

Também cita pesquisa da CNI que indica que a indústria voltou ao patamar do prá-pandemia. “Com cinco meses de crescimento, a produção industrial voltou em setembro ao nível pré-pandemia, superando por 0,2% o resultado de fevereiro, quando surgiram no Brasil os primeiros sinais da covid-19. Ficou para trás, enfim, a perda de 27,1% acumulada em março e abril, quando a economia brasileira sofreu o maior tombo registrado em décadas. Em setembro, a indústria produziu 2,6% mais que em agosto e 3,4% mais que um ano antes. Mas o balanço de 2020 acusou um desempenho 7,2% inferior ao dos nove meses correspondentes de 2019. Em 12 meses sobrou uma queda de 5,5%.”

E defende que a pauta do saneamento básico, relacionada ao novo marco legar para o setor, entre na agenda dos candidatos à Prefeitura de São Paulo. “Entidades consultadas pelo Instituto estimam um investimento da ordem de R$ 400 bilhões a R$ 600 bilhões nos próximos 20 anos para universalizar a distribuição de água e o esgotamento sanitário. Calcula-se que a oferta desses serviços geraria um retorno de R$ 1,1 trilhão, por causa da redução de gastos com saúde, aumento da produtividade do trabalho, valorização imobiliária e receitas do turismo. Os ganhos seriam revertidos, sobretudo, para os municípios.”

Tudo o que sabemos sobre:

Editorial Estadão