Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

BRP Recomenda: O que dizem os editoriais

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Neste sábado, 14, o Estadão trata das manifestações públicas do comandante do Exército, general Edson Leal Pujol, sobre o papel das Forças Armadas. “São raras as manifestações públicas do comandante do Exército, sobretudo para tratar de tema tão sensível nestes tempos estranhos de flerte desabrido com ideias autoritárias. Qual é, afinal, o papel das Forças Armadas num Estado Democrático de Direito, como é o Brasil? Como impedir que a política ‘entre nos quartéis’, se o próprio presidente da República, o comandante em chefe das Forças Armadas, insiste em se utilizar delas para intimidar adversários e demonstrar prestígio político?”

O segundo editorial da publicação trata do fim da recessão, primeira etapa para superação da crise econômica. “O Brasil saiu da recessão e a atividade cresceu 9,47% do segundo para o terceiro trimestre, segundo o Banco Central (BC). Esse crescimento foi insuficiente, no entanto, para anular a queda trimestral no período abril-junho (cerca de 10,1%). Com avanço de 1,29% em setembro, a economia completou cinco meses de recuperação, mas sem voltar ao nível de fevereiro, anterior aos grandes danos causados pela pandemia. Já apontado por números da indústria, dos serviços e do varejo, o cenário de retomada geral fica mais claro com a nova edição do Índice de Atividade Econômica do BC (IBC-Br). Esse indicador, um sinalizador de tendência, é também conhecido como prévia do PIB, o Produto Interno Bruto.”

O jornal também comenta as eleições e as fake news sobre a segurança do pleito marcado para este domingo. “A despeito das fake news difundidas sobre as urnas eletrônicas, o País tem um sistema eleitoral eficiente e seguro, no qual se pode confiar. Trata-se de importante feito do Estado brasileiro, cujas instituições vêm atuando de forma coordenada e diligente para garantir o bom funcionamento de uma já longa série de eleições. Tudo isso é também mérito da sociedade. A eficiência e a segurança do sistema eleitoral são reflexos do valor que a população dá ao regime democrático.”

Tudo o que sabemos sobre:

Editorial Estadão