Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

BRP Recomenda: O que dizem os editoriais

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Nesta quarta-feira, 2, o Estadão ressalta o preocupante fato que a economia brasileira piora, mas que nenhum plano de retomada foi apresentado. “Mais inquietante que a piora das contas públicas, confirmada mês a mês por dados oficiais, é a indefinição do governo quanto a políticas de ajuste e de sustentação do crescimento. Ninguém consertará em um ano uma dívida igual ou superior a 95% do Produto Interno Bruto (PIB), mas nenhum roteiro de reconstrução econômica foi apresentado pela administração federal. É inútil cobrar do presidente qualquer esclarecimento, porque o assunto, como quase todos os temas ligados ao ato de governar, está obviamente fora de suas preocupações. Mas quem dará uma resposta, se nem sobre o Orçamento de 2021 há um acordo mínimo entre as autoridades?”

 

O jornal discute também os problemas da nova lei de segurança da França. “A sociedade francesa está com medo de uma nova onda de ataques terroristas, medo da violência policial contra negros e imigrantes, medo de perder direitos que são a essência da república, ora sob ameaça sem precedentes. É bastante significativo que as multidões que ocupam as ruas de Paris e de outras cidades da França há dias gritem o tempo todo o lema nacional francês: ‘Liberdade! Igualdade! Fraternidade!’.”

O jornal ainda trata da retomada de medidas mais rigorosas de distanciamento social. “Por razões que vão desde o esgotamento físico e emocional após nove meses de privações ao entusiasmo diante da iminência de aprovação de uma vacina segura e eficaz contra a covid-19, nas últimas semanas um grande número de pessoas passou a relaxar nos cuidados para evitar a disseminação do novo coronavírus. O resultado dessa imprudência não haveria de ser outro: vê-se que a pandemia está mais ativa do que nunca.”

Tudo o que sabemos sobre:

Editorial Estadão